domingo, 22 de maio de 2011

Pintas e Sinais.

Autor:  Dr. Danny Cesar G. O. Jumes

“Pintas” e sinais escuros são muito frequentes e, quanto mais clara a pele e mais sol a pessoa se expôs, mais pintas deverá ter.
Devemos sempre estar atentos, pois toda pinta apresenta a possibilidade de tornar se um câncer de pele. Felizmente, ocorre apenas numa minoria dos casos.
O que não significa que não devemos prestar atenção. Por este motivos que algumas “pintas” ou sinais devem ser retirados, mas não todos:
De uma maneira prática, devem ser retiradas:
  • Todas as “pintas” que sofram modificações (crescimento ou mudança de cor).
  • Aquelas que coçam, ardem ou doem.
  • Sinais escuros nas plantas dos pés, palma das mãos, couro cabeludo, dentro da boca ou nas mucosas dos genitais.
  • “Pintas” que sangram.
O Dermatologista é o profissional qualificado para avaliar se uma lesão realmente deve ou não ser removida.
Entretanto, a experiência diz que quando uma pessoa “cisma” com uma “pinta”, vale a pena retirá la.

Um comentário:

Ilza Nascimento disse...

Muito mportante este informativo, Serginho! Realmente temos que ficar atentos! Bjos!