domingo, 12 de outubro de 2008

Crise ou pessimismo?

Era uma vez um homem que não assistia TV nem lia jornais.

Um dia, ele decidiu vender cachorro-quente na beira da estrada.

Começou a anunciar seu produto, oferecendo descontos e criando molhos especiais.

O negócio virou um sucesso.

Quando seu filho que estava na universidade lhe telefonou, o homem contou o que estava fazendo.

Assustado, o filho falou: “Mas pai, você está louco?

Você não vê televisão nem lê jornais? Não sabe que o país está em crise?

Como é que você abre um negócio numa época como essa?”

Preocupado, o homem reduziu os pedidos de salsicha e parou de criar seus molhos.

Logo as vendas caíram, e ele pensou: “Pois é, a crise está mesmo séria”.



Moral da história: o tamanho da crise depende do tamanho do pessimismo de cada um.

Um comentário:

brilhanteideia disse...

parabéns sérgio
obrigado por tudo