quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Das Pedras.


Autora: Cora Coralina


"Ajuntei todas as pedras
que vieram sobre mim.
Levantei uma escada muito alta
e no alto subi.
Teci um tapete floreado
e no sonho me perdi.

Uma estrada,
um leito,
uma casa,
um companheiro.
Tudo de pedra.

Entre pedras
cresceu a minha poesia.
Minha vida...
Quebrando pedras
e plantando flores.

Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude
dos meus versos."

Um comentário:

Ilza Nascimento disse...

Cada um de nós deveria ter essa sabedoria singela de saber quebrar todas as pedras quando necessário. Não há como viver sem elas. Mas há como arredondá-las e deixá-las menos perigosas, menos pesadas. Cora Coralina é mais uma daquelas que soube fazer bom uso da simplicidade. Bela escolha!!!