domingo, 28 de março de 2010

Exemplos nefastos para a sociedade - "O exemplo de Lula".

Autor: Sergio L M da Rocha

Parabenizo o jornalista Merval Pereira, pela excelente crônica "O exemplo de Lula" publicada na sua coluna do jornal O Globo de 28 de março de 2010 (*).
Com uma clareza impar, expôs os péssimos exemplos passados à nossa sociedade, pelo então Presidente da República. Além dos tristes e contundentes exemplos citados, outros tantos sabemos existir, como foi o lamentável episódio das pererecas gaúchas acusando-as de atrasar em mais de meio ano a construção de um viaduto na BR-101 e dos muitos escândalos para o qual fechou os olhos e ainda, no caso do senador José Sarney, saiu em defesa do seu aliado, criticando e culpando a imprensa por inflar o escândalo.

Preocupa-me sobremaneira as investidas do governo petista, capitaneadas pelo Presidente Lula, e de seus aliados contra a imprensa, que demonstra, de forma inequívoca, serem as críticas do presidente uma obsessão.

A prática da mentira e da omissão é outro péssimo exemplo. Em inúmeras ocasiões, vimos tanto o Sr. Presidente, quanto a candidata do governo à sua sucessão, em plena prática de tão nefasto hábito.

Como bem disse o jornalista e destaco " Está se impregnando na alma brasileira uma perigosa leniência com atos ilegais, que acaba tendo repercussões desastrosas no dia a dia do cidadão comum, que passa a considerar a "esperteza" como um atributo importante para vencer na vida.", é bom que se diga que esta "esperteza" se faz de forma desonesta, injusta, desrespeitosa, inconseqüente e irresponsável, na maioria das vezes.

7 comentários:

Ilza Nascimento disse...

Eu sempre me pergunto: O que será de nós?

Nelsinho disse...

Belíssima postagem..

Não duvido nada que na corrida presidencial que se anuncia, presenciaremos algum escândalo em relação ao governo Lula.

Quem viver, verá!

Parabéns pelo blog..
Nelsinho Lima.

Beth Muniz disse...

Ai, ai!
Sem comentário...

nancy disse...

Sérgio, muito bom o artigo, mas infelizmente o que vemos, é cada dia o índice de aprvação do governo bater recordes!!! qual a explicação?

Comentários de meu cotidiano disse...

Os atos ilegais são a conquista da cidadania por milhares alijados da possibilidade de sobrevivência.

Os atos ilegais devem incluir o desenvolvimento da Petrobrás, tornando-a uma das maiores empresas de prospecção, reconhecida pelo mundo inteiro, quando os entreguistas queriam doá-la a alguma empresa "privada".

Os atos ilegais devem se referir às conquistas da gente comum, que a antiga oligarquia julgava incapaz de conquistar.

Os atos ilegais devem à liberdade reinante, quando todos, inclusive os membros de seu partido podem ser investigados.

Os atos ilegais referem-se ao pagamento da dívida externa livrando-nos do jugo do FMI, que ditava, deitava e rolava.

Os ato ilegais devem se referir à queda do poderio da Globo, que foi beneficiada pela ditadura e que quer continuar com seu poderio, ditando a verdade a todos nós.

Pobre daqueles que se julgam melhores do que nosso povo, e que se aliam a estes mesmos poderoso e se julgam merecedores da benevolência da oligarquia, pois quando estes virem no poder pela ação destes inocentes crédulos os alijarão do processo, como aconteceu em 1964 com o povo que marchou pela liberdade e se viu privado desta mesma liberdade.

Heloisa disse...

boa noite!!tudo errado em tudo...hoje os aplausos são para os desonestos...aliaz isso virou..status..!e parece que o povo ja se acostumou ...vamos ver os resultados nas urnas!!que medo!!
grande abraço..
heloisa

tela sem nome disse...

Olá Sergio, o Lula é o Rei da Maracutaia, ele nunca me enganou. O pior é que ele disse categoricamente que a Dilma será a "presidenta", será? Tá igual na época da ditadura, onde mudava-se, de tempos em tempos, os generais...
Pelo jeito, o Brasil tá no caminho da Venezuela. Xô azar!