terça-feira, 9 de março de 2010

O que acontece com você quando acaba de ingerir um refrigerante...

Autor: Prof. Dr. Carlos Alexandre Fett (*)

O que acontece no seu organismo, após você ingerir o conteúdo de uma lata de refrigerante.

Primeiros 10 minutos:

10 colheres de chá de açúcar batem no seu corpo, 100% do recomendado diariamente.
Você não vomita imediatamente pelo doce extremo, porque o ácido fosfórico corta o gosto.

20 minutos:

O nível de açúcar em seu sangue estoura, forçando um jorro de insulina.
O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura (É muito para este momento em particular).

40 minutos:

A absorção de cafeína está completa. Suas pupilas dilatam, a pressão sanguínea sobe, o fígado responde bombeando mais açúcar na corrente. Os receptores de adenosina no cérebro são bloqueados para evitar tonteiras.

45 minutos:

O corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do corpo. (Fisicamente, funciona como com a heroína..)

50 minutos:

O ácido fosfórico empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, aumentando o metabolismo.
As altas doses de açúcar e outros adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina, ou seja, está urinando seus ossos, uma das causas da OSTEOPOROSE.

60 minutos:

As propriedades diuréticas da cafeína entram em ação. Você urina.
Agora é garantido que porá para fora cálcio, magnésio e zinco, os quais seus ossos precisariam..
Conforme a onda abaixa você sofrerá um choque de açúcar.
Ficará irritadiço.
Você já terá posto para fora tudo que estava no refrigerante, mas não sem antes ter posto para fora, junto, coisas das quais farão falta ao seu organismo.
Pense nisso antes de beber refrigerantes.
Se não puder evitá-los, modere sua ingestão!
Prefira sucos naturais.
Seu corpo vai agradecer!

(*) Faculdade de Educação Física da UFMT
Mestrado da Nutrição da UFMT
Laboratório de Aptidão Física e Metabolismo - 3615 8836
Consultoria em Performance Humana e Estética

(**) artigo enviado por Fátima Melo.


3 comentários:

Ilza Nascimento disse...

Gosto de refrigerante. Não vou mentir. Mas esta reportagem é bem preocupante! Beijos!

laurinhando por ai disse...

olá
Cheguei até aqui através do blog de emilinha e adorei!!!!!

SE tomava muito pouco refri, agora que não tomo mesmo....
bjos laurinha

Geraldo disse...

Primeiro, isso é mto exagerado, não é bem assim q as coisas funcionan.

Vamos lá. A coca-cola tem, em cada 200ml (um copo) cerca de 28g de açúcar, equivalente a uma colher de sopa. A latinha contém 350 ml do refrigerante. Conclusão: vc vai ingerir 49g de açúcar, o que nem chega a ser duas colheres de açúcar. Claro, é bastante açúcar e vai te fazer engordar se beber demais. E se estiver comendo, vai engordar também.

Segundo, a coca-cola sim, de fato tem como acidulante o Ácido Fosfórico. Mas no nosso intestino esse ácido é absorvido como Fosfato, um nutriente necessário para o organismo, muito encontrado em carnes (principalmente de peixes) e cereais. Necessário, inclusive, para os ossos, pois é o fosfato que "amarra" o cálcio nos ossos.

Terceiro, a quantidade de cafeína numa lata de coca-cola chega a ser de 46mg,¾ da quantidade de cafeína em uma xícara de café. E quem disse que cafeína faz mal? Ela é tão benéfica que é usada em tratamentos de asma e apnéia do sono e está contida em remédios para dores de cabeça. Nessas quantidades, a cafeína causa um leve aumento na pressão arterial, mas, em contrapartida, também é responsável por causar discreta vasodilatação (aumenta o calibre dos vasos). Ou seja, ela ativa a circulação sem apresentar um maciço aumento na pressão, graças à vasodilatação. Também é estimulante do SNC, nos proporcionando sensação de bem estar, aumentando a disposição e inibindo o sono.

Para causar irritabilidade, são necessários em geral, 250 mg de cafeína ingerida, o equivalente a 5 latinhas e meia ou 2 litros do refrigerante. Claro, deve-se saber que isso depende muito do metabolismo da pessoa. Algumas pessoas podem beber 2 litros de coca-cola e não sentir irritabilidades e algumas podem sentir esse sintoma com bem menos cafeína ingerida.

Mas apesar desses benefícios, o maior problema ainda é o teor calórico. A coca-cola, como todos os outros refrigerantes, é muito calórica e por isso devemos beber com moderação. E isto também se aplica aos refrigerantes dietéticos, pois os adoçantes ingeridos em grandes quantidades causam danos lentos e progressivos ao organismo. É só uma questão de ter bom senso.