domingo, 8 de novembro de 2009

Luz da lua

Autora: Ilza Nascimento

"Enquanto as árvores dormem
E a luz da lua penetra em seus galhos, sem permissão,
Como dedos desfeitos em carícias nos cabelos do amado
Meu pensamento voa...
E pensa em seu destino certo, pré-combinado
Enquanto cada pássaro se esconde e desconhece o brilho da lua,
A luz que dela vem invade o meu quarto
E pelo chão se arrasta até encontrar a rua
Tal qual um véu de noiva
Cobrindo o rosto de, quem sabe um anjo,
E que de tão feliz, já não anda... flutua!"

Um comentário:

Ilza Nascimento disse...

Obrigada pelo carinho! Fiquei muito feliz, e quando digo muito, é muito mesmo! Bom fim de semana, com muita luz da lua no céu a iluminar seu caminho. E de preferência que ela apareça atrás dos braços do Cristo Redentor. Cenário Perfeito! Beijo!